Posidônio

Filósofo Estóico (135-51 a.C.)

Nascido em Apameia, na Síria, foi um discípulo de Panécio. Por volta do ano 199,a. C., empreende uma grande viagem que lhe permite visitar todas as costas do Mediterrâneo. Funda uma escola em Rodes onde exerce ao mesmo tempo funções políticas importantes. Em 86 a.C., vem para Roma como embaixador dos Rodeanos.



De algum tempo para cá parece que os historiadores da filosofia têm tendência a deplorar que a influência de Posidônio tenha sido subestimada durante tanto tempo. Posidônio, romano de coração, foi o amigo de Pompeu e sobretudo o amigo e mestre de Cícero, e que foi para Rodes em 77.



Das suas obras nada nos resta, mas parece que Cícero se inspirou bastante nelas particularmente no livro II do De Natura Deorum, nos Tusculanes e no De Divinatione. Estrabão fala-nos da sua geografia e do seu tratado do Oceano. Galeno, Sêneca e Proclo recorreram igualmente aos seus textos para escreverem muitas das suas obras.


BRUM, Jean. O Estoicismo. Edições 70, Lisboa

Artigos Relacionados:

Cronologia dos Filósofos Antigos

As Meditações de Marcus Aurelius

Stoa e Idade do Ouro: Retorno ao Mito da Criação do Homem

Filósofo por paixão. Ex-seminarista da Ordem dos Franciscanos. Humanista. Áreas de interesse: Cinismo; materialismo francês; Sade; Michel Onfray; ética. Idealizador e escritor do Portal Veritas desde dez/2005.