Melissos

(24) Melissos, filho de Itaigenes, nasceu em Samos. Foi discípulo de Parmênides, porém manteve contatos com Heráclito; nessa ocasião Melisso recomendou Heráclito aos efésios, que se obstinavam em ignorár-lhe o valor, da mesma forma que Hipócrates recomendou Demócrito aos abderitas. Participou também da política e conquistou a consideração de seus concidadãos. Consequentemente foi eleito comandante naval, tornando-se ainda mais admirado por seu valor.


Em sua opinião o universo é infinito, imutável, imóvel, uma unidade igual a si mesma e absolutamente cheio de matéria. Não existe movimento real, mas apenas aparente. Além disso afirmava que não devemos dizer coisa alguma a respeito dos deuses, pois é impossível ter conhecimento deles. De acordo com Apolodoros, Melissos estava no apogeu da 84 Olimpíada. *


Nota:

* 444 - 441 a.C

Artigo Relacionado:

Atomismo Antigo e o Legado de Parmênides



DL, Livro IX

Filósofo por paixão. Ex-seminarista da Ordem dos Franciscanos. Humanista. Áreas de interesse: Cinismo; materialismo francês; Sade; Michel Onfray; ética. Idealizador e escritor do Portal Veritas desde dez/2005.