Trasilo

Século IV a.C.. Cínico que viveu na época de Antígono Monoftalmo. Plutarco (Regum et Imperatorum Apophthegmata, Antigonus 15.182e; cf  De Vitioso Pudore 7.531f, em que ele menciona um cínico, sem citar o nome) e Sêneca (De Beneficiis 2.17.1) relatam uma história que reúne o sucessor de Alexandre, Antígono Monoftalmo, e o cínico Trasilo. Trasilo  pede ao rei uma dracma e recebe a resposta de que a quantia é indigna de um rei; diante disso, ele pede um talento e ouve, então, que a quantia é indigna de um cínico. Cf. RE 6A1 (1936) col. 581 (Anneliese Modrze).






Artigos Relacionados:


Lista de Filósofos Cínicos

Filósofo por paixão. Ex-seminarista da Ordem dos Franciscanos. Humanista. Áreas de interesse: Cinismo; materialismo francês; Sade; Michel Onfray; ética. Idealizador e escritor do Portal Veritas desde dez/2005.