Helvídio Prisco

Helvidius Priscus, dissidente estóico; pretor em 70 DC

A condenação de seu sogro, Trásea Peto, freou bruscamente a promissora carreira senatorial de Caio Helvídio Prisco, e ele retirou-se para Apolônia. Voltou a Roma no tempo de Galba, com a esperança de poder atacar o acusador de Trásea, Éprio Marcelo, mas não conseguiu. Como pretor, assumiu uma atitude perigosamente provocativa contra Vespasiano, que posteriormente foi forçado a bani-lo. Helvídio foi morto no exílio - diz-se que contra a vontade de Vespasiano.

Um dos principais dissidentes do principado de seu tempo, Helvídio só foi superado por Trásea, e sempre exerceu grande influência. Sua posição foi mantida por seu filho (que tinha o mesmo nome), amigo do jovem Plínio, morto no tempo de Domitiano.


Artigos Relacionados:


Galba

Nero

Cláudio


Árria

Lucano



Filósofo por paixão. Ex-seminarista da Ordem dos Franciscanos. Humanista. Áreas de interesse: Cinismo; materialismo francês; Sade; Michel Onfray; ética. Idealizador e escritor do Portal Veritas desde dez/2005.