Justino Mártir

Justinus  - aprox.  100 - 165 d.C. 

Um dos grandes apologistas cristãos, Justino nasceu na Samaria, estudou filosofia e tornou-se cristão aos trinta anos. Ensinou primeiro em Éfeso, e depois mudou-se para Roma, onde abriu uma escola cristã, tendo Taciano um de seus primeiros alunos. Sua primeira Apologia (de aprox. 155) foi  dedicada a Antonino Pio, Marco Aurélio e Lúcio Vero. A segunda (de aprox. 161 ) fora dedicada ao Senado.
Escreveu também um Diálogo com Trifão, o Judeu. Denunciado como cristão por volta de 165, Justino recusou-se a negar sua fé. A mando do prefeito pretoriano Junio Rústico - antigo professor de filosofia de Marco Aurélio -, Justino foi flagelado e decapitado (existe um relato de seu martírio). Seus trabalhos são as primeiras tentativas de explicar o cristianismo em termos a ceitáveis às audiencias  com formação filosófica.

Artigos Relacionados:

Marcus Aurelius: Homem, Filósofo e Guerreiro

Junio Rústico

Filósofo por paixão. Ex-seminarista da Ordem dos Franciscanos. Humanista. Áreas de interesse: Cinismo; materialismo francês; Sade; Michel Onfray; ética. Idealizador e escritor do Portal Veritas desde dez/2005.