Estilpon de Mégara

Estilpon é descrito como cínico e também, principalmente, como um adepto da escola megárica, que ele liderou depois de Íctias. De acordo com D.L. 6.76, ele foi aluno de Diógenes de Sínope; de acordo com Heráclides Lembo (D.L. 2.113), foi aluno de Trasímaco de Corinto, o qual era, ele  próprio, discípulo de íctias; e, de acordo com o Suídas, foi aluno de Euclides - o que é cronologicamente impossíel - e de Pasicles de Tebas, o irmão de Crates, o cínico. O próprio Crates teria sido seu discípulo. Essas são informações um tanto complexa: Estilpon é discípulo de Pasicles; Pasicles é discípulo de seu próprio irmão, Crates; Crates é discípulo de Estilpon.


Também deve ser observado que o estóico Zenão foi aluno de Estilpon (D.L. 7.2), assim como Filisco de Égina (Suídas 359, que dá opinião de Hermipo). Se cronologicamente é improvável que Estílpon tenha sido discípulo tanto de Euclides como de Pasicles, esse próprio um megárico de terceira geração, é bastante plausível que ele tenha sido aluno de Diógenes e que Crates tenha sido seu pupilo. No entanto, nessa hipótese, deveríamos concluir que Crates deixou Diógenes para seguir Estílpon?

No que se refere às suas obras literárias, Diógenes Laércio mostra evidências de duas tradições diferentes. Em seu prólogo (1.16), ele coloca Estílpon entre aqueles que, "de acordo com alguns", não escreveram nada. Em 2.120, ele apresenta os títulos de nove diálogos supostamente compostos por Estilpon. Um desses títulos, Metrocles (D.L. 2.120), mostra a adesão de Estilpon ao cinismo. Uma citação desse texto sobreviveu (fr. 190 Doring). Esse mesmo cínico, Metrocles, aparece numa anedota em companhia de Estilpon (Plutarco, De Tranquilitate Animi, 6.468a; fr. 154 Doring). Os fragmentos 3 e 7 das Diatribes de Teles, um professor de orientação cínica, relatam alguns dos ditos do filósofo.


Artigo Relacionado:

Lista de Filósofos Cínicos



 

Filósofo por paixão. Ex-seminarista da Ordem dos Franciscanos. Humanista. Áreas de interesse: Cinismo; materialismo francês; Sade; Michel Onfray; ética. Idealizador e escritor do Portal Veritas desde dez/2005.