Musônio da Babilônia

Este personagem é mencionado várias vezes por Filóstrato como alguém que trocava cartas com Apolônio de Tiana usando como intermediários Menipo e Damis. Ele foi preso por Nero e, no diálogo de Luciano, Nero ou A Escavação do Istmo, ele debate com o cínico Demétrio. De acordo com von Fritz, histórias originalmente contadas sobre Musônio Rufo acabaram associadas à figura de Musônio da Babilônia.


Artigo Relacionado:

Lista de Filósofos Cínicos

Musônio Rufo

Menipo de Gadara


Filósofo por paixão. Ex-seminarista da Ordem dos Franciscanos. Humanista. Áreas de interesse: Cinismo; materialismo francês; Sade; Michel Onfray; ética. Idealizador e escritor do Portal Veritas desde dez/2005.